Blog

Sustentabilidade: eficiência energética na arquitetura contemporânea

O modelo atual de arquitetura e engenharia passa pelo crivo da sustentabilidade. Repensar os modelos da construção se tornou essencial a partir do momento em que organizações nacionais e internacionais, junto às entidades governamentais preveem a necessidade de estabelecer novos parâmetros para alcançar resultados efetivos na diminuição dos impactos ambientais promovidos pela expansão urbana.

Estima-se, que espaços residenciais, comerciais e de serviço público representam 51% do consumo energético só no Brasil, e existe a tendência de aumento dessa porcentagem, já que vivemos um momento de crescimento populacional, mudanças climáticas e em contrapartida uma busca por maior conforto.

Estabelecer objetivos para otimizar o uso de recursos energéticos desde o projeto até a construção da edificação, impactam positivamente o meio ambiente. O uso de materiais fabricados com consciência ambiental, otimização dos recursos naturais e descartes de resíduos feitos de maneira adequada colaboram com todo o ciclo da boa utilização dos recursos de energia na arquitetura contemporânea.

Realizar o planejamento da obra para otimizar a energia solar, circulação de ar, implementar a utilização de fontes de energia renováveis e utilizar acessórios elétricos mais eficientes em relação ao consumo de energia, faz parte do novo escopo da arquitetura que busca maior eficiência no consumo de recursos e comprometimento com a sustentabilidade.

Quando falamos sobre eficiência energética na arquitetura, deve-se orientar para utilização de materiais de baixa condutividade térmica na construção, como é o caso das esquadrias em uPVC que além de serem fabricadas a partir de matéria prima sustentável e reciclável, trazem o benefício de serem isolantes térmicos, garantindo maior conforto em relação à temperatura ambiente e diminuindo o consumo de energia dos aparelhos condicionados.

É possível garantir o futuro das próximas gerações, porém é preciso comprometimento hoje nas ações de um estilo de consumo, produção e construção mais sustentável!